Autor

Categorias

Últimas Linhas

Arquivo

Dezembro 2009
S T Q Q S S D
« Nov   Jan »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

CRISE PROFUNDA

Sócrates falou para os portugueses enquanto chefe do Governo só que desta vez de um Governo minoritário.
Crise, esperança e solidariedade.
Aqui chegados contam pouco as palavras, contam mais as atitudes.
Sócrates anda crispado, nota-se muito bem. Está implicativo, está birrento.
Sócrates não perdoa aos portugueses terem-lhe tirado a maioria absoluta.
Atendendo ao actual estado do PSD, Sócrates pensará que com facilidade pode recuperar novamente a maioria.
O PSD precisa de estar forte, coeso e unido, fazendo uma oposição construtiva.
O PSD precisa rapidamente de encontrar o rumo e o caminho para que os portugueses voltem a acreditar e a confiar numa alternativa.
Se essa alternativa passar a existir, Sócrates vai certamente arrepiar caminho e a "birra" passar.
As permanentes e desgastantes querelas institucionais serão relegadas para umplano secundário e só voltarão perto das presidenciais.
A eventual aposta de Sócrates em Alegre mobilizará o centro-direita em Portugal para a recandidatura de Cavaco Silva.
Cavaco Silva sendo reeleito como espero tornará Sócrates mais frágil e mais vulnerável.
Espero que 2010 seja o ano D(decisivo) para o PSD.
O país precisa de um PSD determinado, com uma estratégia de médio e longo prazo, que transmita confiança e esperança num futuro melhor.
Se o PSD em 2010 perder tempo com pequenas questões internas, quem perde será seguramente Portugal e os portugueses.

28 de Dezembro de 2009 pelas 09:25

Arquivado em: Política

2 comentários Adicionar agora

  • 1. Manuel da Costa  |  29 de Dezembro de 2009 pelas 03:05

    Desse governo está visto que efectivamente não tem capacidade de resolução dos reais problemas do País.
    Quanto ao PSD é tempo de assumir que o Partido tem que estar sempre a postos quer para fazer oposição, quer para governar.

  • 2. jose carlos silva  |  03 de Janeiro de 2010 pelas 00:14

    Tudo porque está a passar o Engenheiro Sócrates é o resultado de ter sido o personagem do fantasma do Dr. Salazar. Sem a maioria absoluta perceberá que não pode voltar a fazer algumas das asneiras que fez no passado. A arrogância paga-se caro. Esqueceu-se de quem o elegeu. Não acredito que nos próximos anos haja maiorias absolutas. Quanto às presidenciais julgo que não vai ser nada fácil derrubar o actual Presidente da República. Apesar se alguma aparente conturbação institucional entre o Primeiro-ministro e o Senhor Presidente da Republica quem sai a ganhar com tudo isto é o Professor Cavaco Silva. Quanto muito, o Senhor Manuel Alegre levará as próximas eleições presidenciais a uma segunda volta.

Deixe o seu comentário

Obrigatório

Obrigatório

Código HTML permitido:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <code> <em> <i> <strike> <strong>