Autor

Categorias

Últimas Linhas

Arquivo

Junho 2008
S T Q Q S S D
« Mai   Jul »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

CRISE …

O Partido Socialista não tem sabido lidar com a crescente contestação social.
Em vez de agir, limita-se a reagir, andando a apagar fogos.
Camionistas, agricultores, pescadores, rebocadores e bombeiros são alguns exemplos do descontentamento que se vive em Portugal.
Aliviar a carga e a pressão fiscal é uma solução, não de reacção mas sim de acção.
A ver vamos.

18 de Junho de 2008 pelas 17:09

Arquivado em: Política

5 comentários Adicionar agora

  • 1. Silvia Cordeiro  |  18 de Junho de 2008 pelas 18:13

    Sinto as coisas a descambar.
    Há uns tempos disse aqui no 4linhas a propósito das manifestações dos professores e do consequente recuo do governo que nunca mais as coisas iam ser as mesmas e é isso que se verifica hoje.
    Os contestários sabem hoje que serão ouvidos, basta para isso um pouco de barulho e lá aparace logo um bombeiro.
    É curioso analisar mesmo a prontidão de alguns ministros para resolver problemas que não tiveram ainda qualquer relevancia mediática. Mas como o seguro morreu de velho nenhum membro do governo está para arriscar andar nas bocas do mundo e toca a atirar água para a fogueira.

  • 2. Roma Resemde  |  18 de Junho de 2008 pelas 19:38

    O PS não reagiu nem agiu,pois na minha opinião deveria fazer cumprir a ordem, não permitindo que os grevistas obrigassem outros a aderirem à greve, contra a sua vontade.
    Quanto ao abaixamento de impostos,aconselho-o a ler alguns escritos de figuras proeminentes do PSD dos quais destaco o
    eng./economista Mira Amaral em declarações recentes.

  • 3. José Calos Silva  |  19 de Junho de 2008 pelas 23:24

    Só tenho pena é que os trabalhadores (camionistas) tenham aderido a este bloquei por medo das represálias dos seus patrões. Afinal os beneficiados foram eles. Quanto á posição do Governo sobre não têr utilizado a força, pareceu-me bem.
    Mostrou maturidade e foi muito intelegente. Apróxima-se as eleições, a maioria já se foi, pelo menos a vitória. Já não é nada mau. Finos.

  • 4. Manuel da Costa  |  20 de Junho de 2008 pelas 00:31

    Aquilo é o autêntico inferno, tudo a arder… estão todos queimados…

  • 5. Zé fidalgo  |  21 de Junho de 2008 pelas 11:35

    E os outros países europeus? Espanha, França, Bélgica, etc…
    A culpa é do governo de Portugal?
    Se assim for, muito poder tem o nosso país.
    Não vale a pena cavalgar nas manifestações de rua é necessário soluções. Que se saiba, não existe qualquer proposta milagreira para esta escalada do preço do combustível.
    NUNCA houve um choque petrolífero tão grande como aquele que ocorre neste momento. A solução, dizem os entendidos, que está no reforço nas energias alternativas e renováveis. Em Portugal tem havido investimentos meritórios nesta área. É necessário reforçar esses investimentos, mas a situação não vai mudar de um adia para o outro. Temos que nos habituar.

Deixe o seu comentário

Obrigatório

Obrigatório

Código HTML permitido:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <code> <em> <i> <strike> <strong>