Autor

Categorias

Últimas Linhas

Arquivo

Março 2008
S T Q Q S S D
« Fev   Abr »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

AUTORIDADE PRECISA-SE

185 professores foram agredidos no último ano lectivo.
Uma vergonha.
O Senhor Procurador Geral da República voltou a dizer que é "absolutamente necessário acabar com sentimento de impunidade " nas escolas.
Mais uma vez Valter Lemos não concorda com o PGR.
Falta a paciência para este Senhor do Governo.
O Senhor PGR teve mais sorte que o Deputado Pedro Duarte…. por enquanto.
Aguardemos pelas próximas declarações. 

25 de Março de 2008 pelas 13:54

Arquivado em: Política

3 comentários Adicionar agora

  • 1. Zé da Póvoa  |  25 de Março de 2008 pelas 18:32

    Uma vergonha mesmo. É o resultado de uma classe a viver há 30 anos em perfeito estado de lassidão, a fugir a tudo o que é responsabilidade, tendo como pensamento único trabalhar 9 meses e ganhar 14 !!!
    A atitude da professora do Carolina é um bom (mau) exemplo disso. Envolver-se com a aluna no empurra para lá e puxa para cá não cabe na cabeça de ninguém. Então não era tão fácil mandar pô-la na rua? Ao ver o famoso Charrua a dar entrevistas a tudo quanto é comunicação, ficam- se-me muitas dúvidas! Como é que um professor que há mais de 25 anos não entra numa sala de aula (mas está no topo da carreira!) por ter alergia aos alunos, pode dizer tá-tá sobre a matéria?

  • 2. Pinto de Sousa  |  25 de Março de 2008 pelas 21:31

    Senhor Zé da Póvoa:

    Com tanto ódio que revela para com os professores, tire-me, por favor, uma dúvida:
    Tem os seus filhos numa escola, pública ou privada?
    Em caso afirmativo quem lhes ministra as aulas?
    Com essa “lassidão” provavelmente não haverá um único professor capaz de o satisfazer!…
    E os seus filhos serão, provavelmente, as grandes vítimas.
    Aconselhava-o a inscrevê-los numa escola de outro país..
    Deixe-se de tecer comentários perfeitamente ridículos.
    Como diz a Silvia: O Senhor é, de facto, um funcionários do partido no poder. Só assim se compreende o seu irracionalismo.

  • 3. José Resende  |  25 de Março de 2008 pelas 21:59

    Ora cá está o Sr. Zé da Póvoa, mais uma vez, ao seu melhor estilo, a falar daquilo que não sabe, vomitando asneiras atrás de asneiras (à imagem e semelhança do seu partido!). Então o Sr. chama lassidão ao acto da professora se opôr a que uma aluna utilize o telemóvel durante a aula? E se a professora não se importasse o que é que o Sr. chamava?
    Quanto ao mandar pôr na rua…então o sr. não viu (e ouviu) a prof. a mandar sentar no seu lugar a dita aluna? O Sr. não viu a prof. a tentar aproximar-se da porta (possivelmente para pedir ajuda ou para indicar o caminho da rua àquela tresloucada) e a ser violentamente puxada para dentro?
    Quanto ao professor que o senhor diz não entrar numa sala de aula há mais de 25 anos… Olhe, Sr. Zé, certamente tem muita mais experiência do que a SUA MINISTRA, que, essa sim, NUNCA entrou numa sala do ensino secundário ( e veja lá, até é MINISTRA).
    Quanto a si: “Perdoai-lhe Pai, porque ele não sabe mesmo o que diz”

Deixe o seu comentário

Obrigatório

Obrigatório

Código HTML permitido:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <code> <em> <i> <strike> <strong>