Autor

Categorias

Últimas Linhas

Arquivo

Agosto 2006
S T Q Q S S D
« Jul   Set »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

PONTA DE LANÇA

A chuva chegou e com ela os incêndios acalmaram.

A multiplicação dos incêndios fez igualmente subir a temperatura entre os vários ministérios:

- Administração Interna

- Agricultura

- Ambiente

A passividade de alguns e a falta de jeito de outros, fazem da equipa de António Costa a única no terreno.

António Costa demonstra uma prontidão absoluta, ao contrário dos seus colegas.

O ICN neste processo é para esquecer, já para não falar do triste episódio da Peneda-Gerês.

O ministro António Costa deve muita vezes lembrar-se dos tempos em que criticava Durão Barroso e as suas políticas nesta matéria. Nessa altura foi injusto.

Já agora vou citar fonte do MAI "se nada é feito antes, quando chega a fase do combate parecemos guarda-redes a defender grandes penalidades", pois é passou de ponta de lança para a baliza.

Mesmo à baliza reconheço o esforço de António Costa e da sua equipa.


1 comentário 16 de Agosto de 2006

O HOMEM DA VOLTA

A Volta a Portugal voltou a brilhar, enchendo as estradas de Portugal. Muito mérito de João Lagos e toda a sua "profissional" equipa. É da mais elementar justiça destacar um homem - Joaquim Gomes. Como ciclista venceu duas voltas, em 1989 e 1993, sendo actualmente o  director desportivo da prova.

O homem certo no lugar certo. Muito mérito no sucesso da volta e na criteriosa escolha dos percursos. O traçado deste ano era muito interessante e com muitas surpresas para os sprinters e para os trepadores. Um percurso equilibrado que forneceu à volta qualidade internacional.

Em 2007 queremos mais novidades, acredito no Joaquim Gomes e no João Lagos para voltarem a surpreender.


Adicionar comentário 16 de Agosto de 2006

O FINAL DA VOLTA

As alterações permanentes na liderança da Volta a Portugal fizeram desta edição um misto de emoção e espectacularidade. A liderança mudou nove vezes em dez dias.

O mais feliz foi o espanhol David Blanco, da Comunitat Valenciana, após sensacional vitória no contra-relógio de Castelo Branco.

Ainda não foi desta que a vitória final fala português, Cândido Barbosa, João Cabreira e Ricardo Mestre tudo fizeram para vencer esta edição, mas o espanhol estava imparável.

Esta foi uma edição disputada dia-a-dia, muito valorizada pela incerteza do resultado final.

Para o ano queremos mais uma grande Volta, se possível com um português a vencer.

O Ciclismo promete mais com o regresso à estrada do Benfica e do Porto.

Ficamos a aguardar.


Adicionar comentário 16 de Agosto de 2006